Notícias » Pré-história

257 pegadas Neandertais de 80 mil anos são encontradas na França

Antes da descoberta, eram conhecidas apenas nove impressões datadas desse período

Isabela Barreiros Publicado em 10/09/2019, às 15h00

None
- Dominique Cliquet/AFP

Um grupo de arqueólogos franceses anunciou na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) uma descoberta que pode ampliar o que sabemos sobre os Neandertais. Foram descobertas 257 pegadas no sítio arqueológico de Le Rozel, na região da Normandia, na França.

O estudo foi publicado nesta segunda-feira (9) e sugere que o grupo era composto por volta de 10 a 13 pessoas, principalmente de crianças e adolescentes. Eles estavam acompanhados de alguns adultos, acredita-se, do sexo masculino e muito altos. Os pesquisadores inferem isso após análises no tamanho dos pés gravados na areia.

Crédito: Dominique Cliquet/AFP

 

“As pegadas dos Neandertais são relativamente mais amplas, sobretudo a meio do pé, do que as dos Homo sapiens, que têm um pé mais robusto e um arco menos pronunciado”, diz Jérémy Duveau, paleoantropólogo do Museu Nacional de História Natural da França e um dos co-autores do estudo.

O cientista comenta que eles tiveram muita sorte em encontrar as pegadas nesse estado de conservação. Segundo ele, os vestígios podem ser vistos hoje devido à ação do vento na região — a areia teria os preservado assim que eles foram feitos pelos Neandertais.

Além das pegadas, foram encontradas também oito impressões de mãos e seis indícios de animais.