Notícias » Restos da embarcação James Cook

Pesquisadores encontram embarcação que pode ser de James Cook

Os destroços do navio naufragado foram encontrados na baía de Newport, em Rhode Island, Estados Unidos e pode ser o lendário HSM Endeavour

Victória Gearini Publicado em 16/09/2019, às 15h01

None
- Reprodução

Recentemente, pesquisadores do Projeto de Arqueologia da Marinha de Rhode Island (RIMAP) analisaram restos de um navio encontrado em 1993 e encontraram vestígios que podem comprovar ser o HSM Endeavour, navio de James Cook.

Crédito: Reprodução / RIMAP

 

James Cook (1728-1779) foi o primeiro navegador britânico a mapear a linha costeira da Antártica. A bordo do HSM Endeavour, o explorador coordenou sua missão à Oceania. Além disso, mapeou o litoral das ilhas ao redor e foi o primeiro europeu a chegar à Austrália, realizando uma volta ao mundo entre 1768 e 1771.

James Cook / Crédito: Reprodução

 

Após ser vendido e renomeado como Lord Sandwich, o navio naufragou em 1778. Em 1993, arqueólogos encontraram uma embarcação na região, mas na época, a perícia arqueológica não conseguiu identificá-la. 

O RIMAP analisou os restos do possível HSM Endeavour por meio de um mapeamento tridimensional, mas até o momento não exisem provas concretas que seja de fato o navio de James Cook. 

Crédito: Reprodução / RIMAP

 

A arqueológa do RIMAP, Kathy Abbas, disse ao Live Science que pesquisas mais aprofundadas estão sendo feitas para comprovar se a embarcação é o HSM Endeavour. "Tudo o que vimos este ano é consistente e não vimos nada que diga que não pode ser", disse.

A pesquisadora afirma ainda que a descoberta terá grande relevância para a história de alguns países, como: Austrália, EUA, Grã-Bretanha e Nova Zelândia. "É emocionante, estamos nos aproximando", disse Abbas à FairFax Media.