Notícias » Pompeia

Relíquia de Pompeia: Casa dos amantes é reaberta ao público, após 40 anos

Construído no século 1 a.C., o local histórico precisou ser interditado após ser atingido por um terremoto na década de 1980

Alana Sousa Publicado em 19/02/2020, às 15h00

Afresco dentro da Casa dos Amantes
Afresco dentro da Casa dos Amantes - Divulgação / Pompei Sites Org

Após 40 anos, o maior destaque do Parque Arqueológico de Pompeia será reaberto. A Casa dos Amantes estava em reforma desde 2014, após ser atingida por um terremoto em 1980. O evento de reinauguração contou com o diretor do Parque Arqueológico, Massimo Osanna, e também o ministro dos Bens Culturais da Itália, Dario Franceschini.

“Pompeia é uma bela história de redenção e renascimento”, afirmou Franceschini na cerimônia. A residência, conhecida como Casa dos Amantes devido a uma inscrição na entrada, foi encontrada em 1933 — e construída no século 1 a.C.. Ganhou notoriedade pelo ótimo estado de preservação, em suas paredes é possível ainda observar animais, frutas, pessoas se beijando, e grandiosos banquetes.

Esqueleto de cavalo dentro da casa / Crédito: Divulgação / Pompei Sites Org

 

“Não é uma representação trivial da paisagem. Por trás dessas representações há um significado religioso, há referências aos cultos egípcios de Osíris e Dionísio, aos cultos orientais. De fato, uma das casas mais bonitas de Pompeia”, disse Osanna, diretor do local.

A estrutura foi uma das poucas que não sofreram grandes danos com a erupção do Monte Vesúvio, em 79 d.C.. Ainda assim, nas primeiras escavações, foram encontrados diversos esqueletos dentro da propriedade, como de um cavalo, morto com a catástrofe histórica.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo

Pompeia: A vida de uma cidade romana, Mary Beard (2016) - https://amzn.to/2X9ITir

Os Últimos Dias de Pompéia, Edward Bulwer-Lytton (2005) - https://amzn.to/2Q7p5uA

Vulcano, os Vulcões Italianos, Tara Castelli Felice (e-book) - https://amzn.to/33CEGGB

Pompéia, Robert Harris (2005) - https://amzn.to/2NFVmYd

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.