Notícias » Games

Game brasileiro permite explorar Herculano, cidade irmã de Pompeia

Desenvolvido pela USP, O Último Banquete em Herculano imerge o jogador na cidade romana imediatamente antes de sua aniquilação

Letícia Yazbek Publicado em 17/01/2019, às 15h02 - Atualizado às 15h30

Cena do game O Último Banquete em Herculano
Reprodução

Desenvolvido por pesquisadores do Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (Larp), da Universidade de São Paulo (USP), o jogo O Último Banquete em Herculano apresenta o cotidiano da Roma Antiga.

A história se passa em 24 de agosto de 79 d.C., dia em que o vulcão Vesúvio entrou em erupção, destruindo Pompeia e Herculano. O personagem Septimius, controlado pelo jogador, precisa se aproximar e estabelecer contato com habitantes locais. O objetivo é obter os recursos que constam em uma lista de tarefas para a realização de um grande banquete.

O jogo é formado por sete cenários, com diferentes graus de dificuldade. Em cada cena, o jogador deve solucionar um enigma – a duração da cena varia de acordo com o tempo levado pelo jogador para solucionar o enigma. No entanto, a duração total do jogo não ultrapassa uma hora.

Entre os cenários visitados, estão a casa de seu mestre – a Domus -, o mercado, o armazém, os templos, a terma e uma olaria. Quando as tarefas são cumpridas, o banquete é preparado e o jogo se encerra com a erupção do vulcão Vesúvio.

O Último Banquete em Herculano está disponível para download nas versões mobile (iOS e Android) e desktop (Windows). O site do Larp oferece guias explicativos e o Guia Didático: O Último Banquete em Herculano.