Notícias » China

Túmulo imperial de 1.300 anos é encontrado na China. Confira as imagens

Trabalhadores descobriram a tumba enquanto construíam um campo de esportes de escola, na cidade de Taiyuan

Isabela Barreiros Publicado em 22/08/2019, às 07h00 - Atualizado às 09h00

None
- Crédito: Reprodução

Na cidade de Taiyuan, na China, em baixo da escola primária Xiaojingyu, foi descoberta uma câmara subterrânea de cerca de 1.300 anos, com uma parede intocada e delicados potes. Acredita-se que este seja apenas um dos cômodos da instalação.

A parede do túmulo / Crédito: Reprodução

 

Especialistas dizem que o túmulo pertence ao período da Dinastia Tang, um dos maiores impérios da China Medieval que governou de 618 a 907 a.C.. A Era é conhecida por ser uma fase de prosperidade e crescimento da região.

Crédito: Reprodução

 

A lápide sugere que o indivíduo que foi enterrado no subsolo não era uma pessoa comum na China, e é possível que ele tenha feito parte da família imperial chinesa. No entanto, sua identidade ainda é um mistério para os pesquisadores.

Crédito: Reprodução

 

Com a descoberta do túmulo, as futuras escavações não serão fáceis: o trabalho exigirá uma difícil negociação com a escola, que pode ter que relocar sua construção e ter seu prédio demolido.