Notícias » Holanda

Na Holanda, número de mortos alcançou maior patamar desde Segunda Guerra

As informações foram dadas pelo escritório nacional de estatísticas do país, nesta terça-feira, 29

Giovanna Gomes Publicado em 29/12/2020, às 10h47

Representação do coronavírus
Representação do coronavírus - Pixabay

De acordo com o escritório nacional de estatísticas da Holanda, o número de mortos no país em 2020 teve o maior patamar desde da Segunda Guerra Mundial, devido à pandemia do novo coronavírus. As informações foram divulgadas pela agência Reuters.

Conforme relatado nesta terça-feira, 29, até o período que compreende a última semana, cerca de 162 mil mortes foram relatadas, um número bem maior do que seria esperado num ano normal, totalizando 13 mil a mais. 

"Tal aumento no número de falecidos não era relatado desde a Segunda Guerra Mundial", explicou o órgão. Cerca de 9 mil pessoas morreram na primeira onda de infecções pela doença, enquanto mais 6 mil mortes em excesso foram relatadas desde o início da segunda onda, em meados de setembro. 

No total, 770.400 pessoas, no país de 17 milhões de habitantes, foram diagnosticadas com a covid-19 desde o início da pandemia. Mais de 11 mil vítimas morreram após as complicações da doença.

Porém, o número real de infectados e mortos pela Covid-19 é provavelmente maior, pois devido à falta de testes, somente pacientes em estado grave puderam realizar exames de detecção da doença nos primeiros meses da pandemia.