Notícias » Cazaquistão

Homem cazaque exige crânio humano em troca de posse de ônibus espacial soviético

Dauren Mussa, um empresário cazaque, pede o crânio de um herói da resistência do Cazaquistão

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/10/2021, às 15h43

Burya em uma pista
Burya em uma pista - Divulgação / YouTube / Sputnik Brasil

Dauren Mussa,empresário de grande sucesso dentro de seu país, diz possuir um título que lhe confere a posse de um ônibus espacial soviético chamado Burya.

O item se encontra no cosmódromo de Baikonur, conhecido como o lugar onde missões espaciais importantes, como o voo orbital de Iuri Gagarin e o lançamento do satélite Sputnik-1 começaram.

A nave, que faz parte da mesma família que os veículos espaciais Buran, que buscava imitar os ônibus espaciais feitos pela NASA, é um artefato importante para relembrar o programa espacial da antiga União Soviética, e teme-se que por ter sido alvo de vandalismo recentemente, possa ser perdido. 

O empresário não possui interesse em vender o item, mas sim em trocá-lo pelo crânio de Kenesary Kasymov, um importante nome da resistência cazaque contra o Império Russo, que morreu em 1847.

Os oficiais russos estão acompanhando o caso, preocupados com o veículo, que acreditam que tenha sido comprado por Dauren durante um leilão de artigos espaciais, após a dissolução da União Soviética em 1991.