Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Crimes

Homem confessa que estuprou, estrangulou e ateou fogo contra menina de 11 anos

Sujeito, que era conhecido da família, confessou o assassinato de Bianca Rodrigues de Siqueira Lima, de apenas 11 anos

Fabio Previdelli Publicado em 25/07/2022, às 13h50

Imagem ilustrativa - Pixabay
Imagem ilustrativa - Pixabay

Na noite da última sexta-feira, 22, a família de Bianca Rodrigues de Siqueira Lima, jovem de apenas 11 anos, procurou uma delegacia para informar seu desaparecimento. Ela havia saído da casa de sua avó, no distrito de Sebollas, em Paraíba do Sul, no Rio de Janeiro, naquela tarde e, desde então, não houve mais notícias da jovem. 

Na última vez em que Bianca foi vista, ela estava na garupa da moto de um conhecido da família — genro do padrasto da garota. Após investigações, o sujeito e o veículo foram encontrados. Ele confessou que levou Bianca para um local afastado, a estuprou e depois queimou seu corpo após ter lhe matado por estrangulamento. O corpo da jovem foi encontrado no sábado, 23. 

As investigações

O delegado Cláudio Batista Teixeira, que analisa o caso, publicou um vídeo dando mais detalhes da investigação. Segundo repercutido pelo UOL, a polícia dividiu sua equipe para buscar por ambos, visto que àquela altura ainda havia a possibilidade da jovem estar vivar.

Encontrar o rapaz era, para nós, encontrar Bianca ainda viva. Ele foi localizado horas depois e informou que havia levado ela para um local rural e manteve relação sexual com ela, provocando sua morte através de esganamento. Uma vez morta, ela teve o corpo queimado pelo próprio homem", relatou. 

Teixeira, porém, aponta que Bianca não morreu em decorrência do estrangulamento, mas sim por conta das queimaduras. "O resultado da necropsia traz informações compatíveis com o relato do rapaz. Todavia, traz evidência de que Bianca foi agredida antes de morrer e morreu não em função do esganamento, mas em função da queimadura de seu corpo, uma vez que havia vestígio de fuligem em seu pulmão".

Embora o réu seja confesso, as investigações ainda continuarão, aponta o delegado. "As investigações ainda prosseguem e algumas pessoas precisam ser ouvidas, há imagens que ainda precisam ser buscadas corroborando o que já temos de material. Uma vez encerradas as investigações, com a coleta de imagens e resultado de material encaminhado à perícia, o inquérito será encaminhado ao Ministério Público".


++O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir!