Notícias » Pandemia

Homem da Flórida é preso após ameaçar atirar em pessoas que não usassem máscaras

A ameaça foi feita através do Facebook pessoal do senhor, obrigando a polícia a apreender as armas que tinha em casa

Caio Tortamano Publicado em 18/04/2020, às 14h01

Imagem meramente ilustrativa de mão segurando pistola
Imagem meramente ilustrativa de mão segurando pistola - Pixabay

As declarações de um homem através de seu perfil no Facebook, levaram a polícia da Flórida a prendê-lo. Através da rede social, o senhor ameaçou a abrir fogo em um supermercado onde as pessoas, supostamente, não estavam se protegendo propriamente do coronavírus.

Robert Krovner, de 62 anos, afirmou que os clientes não estavam usando máscaras suficientes. Como consequência, a polícia respondeu que “esses são tempos difíceis, mas não existem desculpas para fazer ameaças como essa”. Além disso, as armas dele — que foi libertado mediante pagamento de fiança — foram confiscadas imediatamente.

A Flórida é um dos estados com leis de porte de armas mais branda, tendo, inclusive, mantido lojas de armamento abertas durante a pandemia por serem consideradas essenciais, registrando, inclusive, alta em nas vendas.

Com 754 mortes pelo coronavírus confirmadas, a Flórida tem mais de 25 mil ocorrências da doença sendo o oitavo estado com o maior número de infectados. O primeiro é Nova York, com mais de 230 mil ao todo.