Notícias » Crimes

Homem da Flórida faz disparo acidental e mata irmão gêmeo nos EUA

A polícia apreendeu maconha no carro dos irmãos — que brincavam de mirar e atirar com um revólver de verdade

Wallacy Ferrari Publicado em 21/10/2020, às 10h42

Imagem ilustrativa de homem segurando arma
Imagem ilustrativa de homem segurando arma - Pixabay

Thomas Parkinson-Freeman, 23, foi preso e acusado de homicídio na cidade de Gulfport, na Flórida, EUA, após efetuar um disparo acidental contra o irmão gêmeo Mathias enquanto 'brincavam' com um revólver. O episódio ocorreu no domingo, 18, sendo divulgado pelo departamento de Polícia local na última terça-feira, 20.

De acordo com autoridades, o jovem estava no carro de um amigo junto ao irmão e encontrou a arma enquanto o dono do veículo dirigia. Em certo momento, Mathias puxou o revólver e disparou contra Thomas, todavia, o tiro não saiu. Acreditando não ter balas, Thomas tomou o objeto e replicou o movimento.

Mathias, por sua vez, não desviou, sendo atingido diretamente no rosto e não resistiu. O disparo foi concluído como acidental pelos agentes policiais: foi confirmado que não havia sinais de luta corporal, além do testemunho do amigo que dirigia. A brincadeira rendeu a detenção de Thomas no mesmo dia.

"Thomas não estava agindo para se defender quando apontou e disparou a arma, porque disse que não acredita que Mathias tinha qualquer intenção de atirar contra ele", explicaram os policiais. No momento da averiguação do carro, os militares encontraram maconha, mas não informaram se algum dos envolvidos havia consumido a droga.