Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Homem dá tiros e ofende fiéis de Iemanjá, no Rio de Janeiro

O autor dos disparos além de cometer intolerância religiosa, proferiu palavras de cunho racista

Redação Publicado em 09/02/2022, às 12h46

Imagem ilustrativa de fiéis cultuando Iemanjá - Getty Images
Imagem ilustrativa de fiéis cultuando Iemanjá - Getty Images

Religiosos que realizavam uma cerimônia para Iemanjá no último domingo, 6, relataram terem sido alvo de racismo e intolerância religiosa, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Eles se encontravam reunidos na Praia da Bica, na Ilha do Governador, quando um morador realizou disparos de arma de fogo e proferiu ofensas.

De acordo com a denúncia, havia quase mil fiéis no local, quando um indivíduo que estava em uma casa próxima surpreendeu o grupo com tiros enquanto os chamava de “macacos", "macumbeiros" e "demônios".

O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi-RJ), na tarde de terça-feira, 8.

Segundo informações do G1, o advogado das vítimas, Djeff Amadeus, do Instituto de Defesa da População Negra (IDPN), declarou que o agressor deverá ser acusado por racismo religioso e tentativa de homicídio.

Conforme relataram testemunhas, o agressor teria disparado seis vezes. Após perceber que estava sendo filmado, orientado pelo filho, jogou a arma no chão. Em seguida, voltou a segurar a arma e a ameaçar o grupo. Até o momento, não foram divulgados os nomes dos envolvidos.