Notícias » Polônia

Homem detido com arsenal de armas na Polônia afirma ser "general ucraniano"

O cidadão, que até vestia um uniforme militar, manteve em sua casa 27 tipos de espingardas, pistolas, granadas e munições

Vanessa Centamori Publicado em 22/04/2020, às 09h57

Armas apreendidas na casa do homem que afirma ser "general ucraniano"
Armas apreendidas na casa do homem que afirma ser "general ucraniano" - Divulgação / policja.gov.pl

Na última quinta-feira, 16, policiais da cidade de Poznań, na Polônia, prenderam um homem que dizia ser um "general ucraniano". Em casa, o cidadão possuía, ilegalmente, uma enorme quantidade de armas: 27 tipos de espingardas, pistolas, granadas e munições - muitas das quais eram falsificadas.

O policiais do quartel-general de polícia de Poznań investigaram o indivíduo para confirmar se ele realmente tinha um cargo de militar, mas isso não era verdade. Quando os oficiais adentraram de surpresa o apartamento, encontraram até mesmo um fuzil alemão StG44, uma arma lendária, utilizada na Segunda Guerra Mundial.

Algumas armas do arsenal ilegal / Crédito: Divulgação / policja.gov.pl

 

Durante a busca, também foram encontrados documentos falsos, com as características dos escritórios ucranianos. A polícia avistou ainda várias granadas que pareciam reais. Após um procedimento especial, uma equipe de pirotécnicos da organização policial SPKP, de Poznań, veio ao local para desativar os armamentos. 

Granada encontrada pela polícia polonesa / Crédito: Divulgação / policja.gov.pl

 

Depois de desaparafusar vários fuzis, foi descoberto que os objetos eram apenas réplicas perfeitas. Como o dono do arsenal não estava em casa, uma segunda equipe de policiais o localizou em Kazimierz Dolny, próximo ao rio Vístula.

O sujeito vestia um uniforme do exército ucraniano e realmente acreditava pertencer à insituição militar. Ele foi detido e preso pelo Tribunal Distrital de Poznań. Por posse ilegal de uma armas, o homem pode pegar até 8 anos de prisão.