Notícias » Império Romano

Homem encontra moeda de 2.000 anos estampada com o rosto do imperador romano Aleto que vale R$ 500 mil

O imperador foi um dos primeiros usurpadores romanos, homens que ascenderam ao poder com a força

Thiago Lincolins Publicado em 05/04/2019, às 12h19

None
Reprodução DNW/BNPS

Enquanto vasculhava a antiga estrada romana de Dover, no Reino Unido, um homem - que preferiu não revelar a sua identidade - fez uma descoberta inusitada. Com um detector de metais, ele encontrou uma moeda de 2.000 anos estampada com o rosto do Imperador Aleto, que comandou o Império da Britânia, província do Império Romano, de 293 até 296 d.C..

No fim do terceiro século, Roma estava em declínio e a Grã-Bretanha sofria ataques de piratas saxões. Foi quando Caráusio, um comandante da Classis Britannica se declarou imperador da Britânia e do norte da Gália. O governo de Caráusio durou sete anos. Até que seu assessor financeiro de longa data, Aleto, organizou o assassinato do líder em 293 d.C..

O novo imperador ficou conhecido como um dos primeiros usurpadores romanos - homens, sem poder legítimo, que ascenderam ao poder com a força. Três anos depois, a Britânica foi reconquistada pelo imperador romano Constâncio I e o comandante Júlio Asclepiodoto. 

A moeda 

A aparência da moeda de ouro 24 quilates, conhecida como Aureus, enganou o próprio responsável pela descoberta. “No começo eu estava bastante cético em relação à sua autenticidade, porque era tão brilhante, mas eu me apavorei quando percebi o que poderia ser”, afirmou em entrevista.

A moeda de ouro / Reprodução DNW/BNPS

Todavia, a autenticidade da relíquia foi comprovada pelo Museu Britânico e a moeda deverá ser leiloada por  £ 100.000 (cerca de R$ 502.341). Entretanto, o homem que encontrou a relíquia terá que dividir o valor com o proprietário do local.

“Quando foi autenticada pelo Museu Britânico, o especialista ficou tão animado quanto eu. Ele afirmou que foi uma das melhores descobertas que já viu”, finalizou.