Notícias » Personagem

Mais lidas: Homem passou seis anos com um pênis implantado no braço

"Você pode imaginar seis anos de sua vida com um pênis balançando em seu braço?”, diz Malcolm MacDonald ao contar seu drama

Redação Publicado em 03/05/2022, às 14h33 - Atualizado em 07/05/2022, às 09h00

Malcolm MacDonald ficou seis anos com um pênis em seu braço
Malcolm MacDonald ficou seis anos com um pênis em seu braço - Divulgação/YouTube/The Sun

Era 2010 quando Malcolm MacDonald sofreu um grave problema de infecção sanguínea, o que resultou com a queda de seu pênis tempos depois, um fato tanto quanto incomum. 

Foi então que uma equipe médica, liderada pelo professor David Ralph, do University College Hospital de Londres, na Inglaterra, passou a estudar a possibilidade de reconstruir o membro. 

Eu lutava há anos com uma infecção, mas não fazia ideia do que poderia acontecer. Ela se espalhou pelos meus dedos das mãos e dos pés e os tornou pretos. Quando vi meu pênis escurecer, fiquei fora de mim. Foi como um filme de terror. Então, um dia, ele caiu no chão”, disse ao The Sun.

Malcolm recorda como sofreu após a perda do pênis. Ele diz que o choque foi tamanho ao ver seu pênis cair no chão de sua própria casa, que jogou o órgão no lixo e passou dois anos em isolamento por conta disso. 

Felizmente, em partes, a equipe médica teve êxito em reconstruir o membro, do qual usaram uma parte da carne de seu braço. A escolha foi feita para que ele tivesse sensibilidade no novo membro. 

A cirurgia para a recolocação do novo órgão foi realizada em 2015, mas não aconteceu da maneira esperada. Por ele ainda sofrer com a falta de oxigênio no sangue, o pênis teve que ser enxertado em seu braço, afinal, a operação era considerada de risco. 

Uma outra cirurgia, porém, que deveria ocorrer ainda naquele ano, acabou sofrendo atrasos, que se tornaram maiores ainda após a pandemia do novo coronavírus. A situação fez com que MacDonald tivesse que passar seis anos com seu novo pênis, de 15 centímetros, em seu braço. 

Você pode imaginar seis anos de sua vida com um pênis balançando em seu braço? Foi um pesadelo, mas agora acabou”, declarou em entrevista ao canal de televisão Channel 4, sediado no Reino Unido.

A cirurgia foi financiada pelo Sistema Nacional de Saúde (NHS). Ao todo, a operação custou 50 mil libras (cerca R$ 313 mil). "Foi uma operação de nove horas. A primeira coisa que fiz foi olhar para baixo e fiquei tipo, 'Oh, eles conseguiram desta vez'. Me sinto como um homem de verdade novamente".

Intimidade revelada

Além da operação de recolocação do membro, a equipe médica também colocou uma espécie de bomba em seu escroto, o que lhe ajudará a retomar sua vida sexual. Sua história será contada em um documentário intitulado “O homem com um pênis no braço”.