Notícias » Macron

Homem que esfaqueou duas pessoas na França pediu morte de Macron

Episódio se deu no dia em que o resultado das eleições será anunciado

Redação Publicado em 24/04/2022, às 14h55

Macron, atual presidente da França
Macron, atual presidente da França - Getty Images

Na França, um episódio turbulento resultou no esfaqueamento de duas pessoas neste domingo, 24. Na ocasião, um homem que carregava uma faca atacou uma freira e uma freira na igreja de Nice

Durante o episódio, o homem também afirmou que 'temos que matar Macron'. Vale lembrar que hoje é o dia em que o resultado das eleições da França será anunciado. 

O suspeito é apontado como um homem francês de 31 anos, que nasceu em Fréjus, Riviera Francesa. Segundo testemunhas, ele gritava que Macron deveria morrer enquanto realizava os esfaqueamentos.

Detido pelas autoridades, o Daily Mail informa que o homem está sob custódia e sofreria de transtorno bipolar. É possível que o ato tenha sido premeditado. 

O ataque

O ataque, ocorrido aproximadamente às 10h no país, Krzysztof Rudzinski, um padre de 59 anos, acabou sendo esfaqueado 20 vezes. Diante do ato, ele tem ferimentos no peito e também na perna. Seu atual estado de saúde é crítico, segundo autoridades da França.

Já a segunda vítima é Marie-Claude. Aos 72 anos, ela acabou sendo alvo do autor do esfaqueamento ao tentar proteger Krzysztof Rudzinski e teve a mão ferida.

Ataque premeditado?

Christian Estrosi, atual prefeito de Nice, se manifestou sobre o episódio através do Twitter. Ele, que foi até a igreja, afirmou que o suspeito recebeu tratamento psiquiátrico na instituição Sainte-Marie. 

O prefeito chama atenção pela maneira como ataque ocorreu.

"Temos que perguntar se este foi um ataque premeditado porque ele havia adquirido uma faca de 7 cm de comprimento alguns dias antes do ataque", publicou Christian.