Notícias » Brasil

Homem se revolta após cantora não saber música dos Mamonas e esfaqueia dono de bar

O caso ocorreu em Sorriso, no Mato Grosso, e chamou atenção de autoridades locais pela fuga

Wallacy Ferrari Publicado em 02/04/2022, às 11h37

Grupo reunido em fotografia do encarte do álbum "Mamonas Assassinas" (1995)
Grupo reunido em fotografia do encarte do álbum "Mamonas Assassinas" (1995) - Divulgação / EMI

Uma cantora se apresentava em uma choperia da cidade de Sorriso, em Mato Grosso, quando um dos clientes que estava na plateia se revoltou com a artista por não saber cantar uma canção, causando tumulto. Após ser apartado, o mesmo cliente ainda esfaqueou o proprietário do estabelecimento e fugiu.

O bar, que fica no centro da cidade, transmitia a final do Campeonato Paulista de Futebol, jogo entre São Paulo e Palmeiras, e oferecia música ao vivo na noite da última quarta-feira, 30. A programação especial resultou em casa cheia.

De acordo com o portal UOL, o problema começou quando um cliente solicitou a cantora que interpretasse uma música da banda Mamonas Assassinas e, quando ela afirmou que não sabia, o cidadão se descontrolou e começou a ofende-la. O homem falava em tom de ameaça e dava socos na mesa enquanto chamava a artista de "lésbica idiota".

A proprietária da choperia, na tentativa de controlar a situação, se dirigiu até o homem, que estava alcoolizado, e solicitou que ele parasse com os insultos.

O suspeito começou a ficar exaltado e começou a ameaçar ela e seu esposo, dizendo 'vocês querem me expulsar do estabelecimento?'. Em seguida, o suspeito saiu do estabelecimento, retornando com duas facas", afirmou um trecho do Boletim de Ocorrência.

Depois de ir embora do estabelecimento, o homem retornou com duas facas, atacou um dos proprietários da choperia e logo em seguida fugiu numa caminhonete. A polícia local afirma ter procurado pelo fugitivo na região, sem sucesso.

O proprietário do estabelecimento foi encaminhado a um hospital da região, sofreu ferimentos leves e não corre risco de vida.