Notícias » Reino Unido

Homem suspeito de derrubar monumento de traficante de escravos em rio é preso na Inglaterra

O homem de 24 anos foi o primeiro a ser detido pela polícia na investigação sobre o ato de depredação contra a figura de Edward Colston

Wallacy Ferrari Publicado em 02/07/2020, às 07h40

A estátua de Edward Colston sendo levada ao rio por manifestantes
A estátua de Edward Colston sendo levada ao rio por manifestantes - Wikimedia Commons

Após divulgar uma lista com imagens de 15 pessoas que poderiam estar envolvidas na derrubada da estátua de Edward Colston no dia 7 de junho, a polícia britânica prendeu um homem de 24 anos em Bristol na Inglaterra, suspeito de ser um dos líderes do ato. O jovem foi o primeiro a ser detido na investigação sobre a depredação do monumento.

Apesar da atribuição, o suspeito foi preso na última segunda, 29, e libertado em seguida, mas continuará sendo interrogado. A polícia não especificou qual foi a função do rapaz no protesto, mas liga a idealização da atirada no rio Avon ao suspeito.

O ato foi planejado em redes sociais após a disseminação da história de Edward. De acordo com a BBC, o comerciante traficou ao menos 84 mil negros da África Ocidental para países da América e Caribe, com cerca de 19 mil destes falecendo ao longo da travessia no Oceano Atlântico.

Com sua influência, Colston ainda foi parlamentar e hoje nomeia ruas e escolas públicas por todo o Reino Unido. O movimento aderiu o ato da derrubada após uma petição recente que reuniu mais de 11 mil assinaturas solicitando a remoção da figura erguida em 1895, sem sucesso.