Notícias » Ucrânia

Homens de 18 a 60 anos não poderão sair da Ucrânia

Decisão se deu após a invasão da Rússia na Ucrânia na última quinta-feira, 25

Redação Publicado em 25/02/2022, às 10h00

Participantes civis em uma unidade de Defesa Territorial de Kiev, em 22 de janeiro
Participantes civis em uma unidade de Defesa Territorial de Kiev, em 22 de janeiro - Getty Images

Após a Rússia invadir a Ucrânia na última quinta-feira, 24, no que Vladimir Putin classificou como "missão especial militar", o país alvo da invasão anunciou que homens na faixa de 18 a 60 anos não tem mais permissão para deixar o país. As informações são do portal de notícias UOL.

De acordo com o presidente do país, Volodymyr Zelensky, apenas no primeiro dia de invasão, a Ucrânia presenciou a morte de 137 pessoas, além do avanço militar das tropas russas. 

A decisão tomada pelo país, conforme divulgado em nota pelo Serviço de Guarda de Fronteiras, o ato se garante na lei marcial, imposta na Ucrânia após a invasão russa. Com essa lei, as leis civis são colocadas em segundo plano e leis militares entram em vigor.

Além disso, o país distribuiu metralhadoras e incentiva as pessoas a apoiar o exército do país. 

"Quem estiver pronto para manter as armas, junte-se às fileiras das Forças Armadas da Ucrânia. Tudo o que precisa é de um passaporte. Apenas um passaporte. Damos as armas a todos os patriotas que estão prontos para usá-las contra o inimigo sem hesitação! Mantendo a calma!", escreveu o ministro da Defesa, Oleksii Reznikov nas redes sociais.