Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Crime

Horas após casamento, inglês mata esposa e esconde cadáver em mala

Homem teria quebrado ossos da recém-esposa para encaixar o corpo dentro da mala, abandonada em um matagal

Redação Publicado em 27/07/2022, às 13h06

Dawn Walker (à esquerda) e Thomas Nutt (à direita) - Divulgação/Redes sociais
Dawn Walker (à esquerda) e Thomas Nutt (à direita) - Divulgação/Redes sociais

Um homem matou sua esposa horas após se casar com ela em um pub situado em Brighouse, no condado inglês de West Yorkshire. Depois do assassinato, ainda escondeu o corpo da vítima em uma mala, que foi abandonada em uma mata.

Thomas Nutt, de 45 anos, acionou a polícia em 31 de outubro do ano passado alegando que sua esposa havia desaparecido. Uma investigação foi iniciada e acabou por revelar que, na verdade, o próprio homem havia sido responsável pela morte dela.

Segundo o jornal Metro, Dawn Walker não era vista desde a recepção do seu casamento, enquanto Thomas foi avistado por câmeras de segurança, horas mais tarde, carregando uma grande mala para fora de sua casa até uma área próxima com arbustos.

O corpo da mulher foi encontrado quatro dias depois da cerimônia de casamento, abandonado dentro de uma mala. A polícia estava investigando um caso de pessoa desaparecida quando foi até a casa do casal em Lightcliffe.

Dizem que o dia do casamento de alguém é um dos momentos mais felizes da sua vida. Infelizmente, esse não foi o caso de Dawn Walker", disse o promotor Alistair MacDonald aos jurados do tribunal que julga o caso na Inglaterra.

Julgamento do caso

Segundo MacDonald, o corpo de Dawn foi colocado primeiramente dentro do armário da casa dos dois e, posteriormente, transferido para a mala onde foi encontrado no matagal próximo à residência deles.

Ele sabia que ela estava lá porque a matou e colocou seu corpo lá antes de enfiá-lo em uma mala, quebrando ossos para alcançar esse objetivo, antes de levá-lo para um lugar onde ele jogou seu corpo", explicou.

Defendendo-se das acusações, Thomas alegou em sua versão da história que havia passado a lua de mel com a esposa em um trailer em Skegness após a cerimônia em 27 de outubro no Cartório de Registro de Brighouse.

O inglês havia afirmado ainda que a noiva sofria de depressão e bipolaridade, o que poderia ter colaborado para o fato de que ela teria pedido divórcio e desaparecido, história desmentida pelo corpo encontrado dentro da mala.


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.