Notícias » Crimes

Identidade do Assassino do Zodíaco teria sido revelada, apontam detetives independentes

O serial killer que aterrorizou San Francisco no final da década de 1960 nunca foi pego; relembre o caso

Penélope Coelho Publicado em 07/10/2021, às 07h41 - Atualizado às 08h16

Retrato falado do Assassino do Zodíaco
Retrato falado do Assassino do Zodíaco - Divulgação/San Francisco Police Department

Na tarde da última quarta-feira, 6, o Case Breakers — um grupo voluntário de detetives especializados em investigação — anunciou que teria conseguido desvendar a identidade do Assassino do Zodíaco, um serial killer que aterrorizou o norte da Califórnia, nos EUA, no final da década de 1960.

Na época dos crimes, o responsável deixava diversas mensagens enigmáticas para o jornal San Francisco. Até hoje, boa parte das cartas ainda não foram totalmente decifradas. Após anos de investigação, o criminoso nunca foi identificado.

52 anos após o registro da primeira das 37 vítimas que o homem admite em suas cartas que teria matado, os detetives afirmam que o assassino em série seria um homem chamado Gary Francis Poste, que faleceu no ano de 2018 e teria trabalhado durante muitos anos como pintor de casas.

Fotografia de Gary Francis Poste / Crédito: Divulgação/The Case Breakers 

 

De acordo com informações publicadas pelo portal de notícias UOL, o grupo composto por mais de 40 ex-policiais, investigadores, agentes federais e especialistas forenses, afirma ter evidências de que Poste apresentava os mesmos padrões físicos da descrição do Zodíaco, com as mesmas cicatrizes e rugas.

O Case Breakers relata também ter evidências utilizadas de fotos encontradas na câmara escura atribuída ao homem, além de pistas forenses.

Outro aspecto analisado na investigação foram as famosas cartas do assassino em série. De acordo com os especialistas, se as letras do nome completo de Gary forem retiradas de uma das cartas, é revelado uma mensagem oculta. Entretanto, os detetives não deram mais detalhes sobre o assunto.

Os investigadores independentes também afiram que os crimes do Assassino do Zodíaco teriam começado dois anos antes do que se achava até então, com evidências de um novo assassinato, em 1966. Na época, Cheri Jo Bates foi morta e encontrada com 42 ferimentos causados por golpes de faca.

No momento, os detetives pressionam as autoridades de San Francisco para que se comparem as amostras de DNA de Gary com aquelas que foram recolhidas na cena do crime.

Em nota enviada ao jornal Fox News, o departamento de polícia de Riverside disse que o caso de Cheri não tem relação com Assassino do Zodíaco e nega qualquer conexão com o sujeito apontado pelos detetives voluntários. Até o momento, o FBI não se pronunciou sobre a questão.


Relembre o caso do Assassino do Zodíaco nesta matéria.