Notícias » Coronavírus

Idosos gregos receberão multa mensal se recusarem vacina

A imunização contra covid-19 se tornou obrigatória no país para pessoas com mais de 60 anos, que, caso não se vacinarem, deverão arcar com a penalidade

Isabela Barreiros Publicado em 17/01/2022, às 12h08

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Divulgação/Pixabay

A vacinação contra covid-19 foi estabelecida como obrigatória para pessoas com idade acima de 60 anos pelo governo da Grécia nesta segunda-feira, 17. Caso a decisão de não se vacinar permaneça, o cidadão deverá arcar com penalidades.

Com a obrigatoriedade da imunização contra o novo coronavírus, os idosos gregos que se recusarem a receber as doses em janeiro deverão pagar 50 euros, cerca de R$ 314 na cotação atual.

No entanto, se o posicionamento continuar e a pessoa não for vacinada nos próximos meses, ela deverá arcar com uma multa mensal de 100 euros, o equivalente a R$ 629. A medida começa a valer a partir de hoje.

De acordo com o ministro da Saúde da Grécia, Thanos Plevris, que falou sobre a questão à emissora TV Plevris no último domingo, 16, o valor arrecadado com as multas deverá ser convertido para investimento em hospitais estaduais.

“O fator idade é importante por causa de seu impacto no serviço público de saúde”, destacou durante o anúncio, em que acrescentou que a penalidade será coletada por meio da administração fiscal.