Notícias » EUA

Iguanas ficam congeladas e caem de árvores na Flórida

Uma onda de frio intenso atingiu o sul do estado americano

Redação Publicado em 01/02/2022, às 08h13

Iguanas congeladas na Flórida, nos EUA
Iguanas congeladas na Flórida, nos EUA - Divulgação / Twitter / @cbenavidesTV

Uma onda de frio que chegou ao sul da Flórida, nos Estados Unidos, no fim do mês de janeiro tem congelado e derrubado iguanas das árvores. O fenômeno, que afeta o organismo desses pequenos répteis, vem ocorrendo com frequência nos últimos anos.

"As iguanas são animais de sangue frio. Elas se tornam mais lentas ou ficam imóveis quando as temperaturas caem abaixo de 9 graus Celsius", escreveu o Serviço Nacional de Meteorologia do Sul da Flórida em uma publicação no Twitter. "Elas podem cair das árvores, mas não estão mortas."

De acordo com informações do UOL, as iguanas, ao serem expostas a baixas temperaturas, entram em estado de letargia, ainda que continuem respirando normalmente e executando todas as funções vitais.

Quando a temperatura sobe e atinge um nível aceitável, esses pequenos animais voltam a se mexer. Ainda assim, há sempre risco de morte, em especial nos casos de iguanas menores e que ficam congeladas por um período maior que oito horas.

Segundo a fonte, a região do sul da Flórida registrou temperatura de -3.9°C na manhã do último domingo, 30. No sábado, o nordeste dos EUA foi atingido por uma tempestade de inverno que acabou por levar várias outras localidades a declararem estado de emergência.