Notícias » Estados Unidos

Ilha desaparecida nos há mais de 80 anos ainda tem impostos pagos devido a mistério pirata

Nos EUA, a possibilidade de desenterrar a ilha e encontrar tesouros do tempo levantam incertezas — mas garante aventuras sobre a história local

Wallacy Ferrari Publicado em 11/03/2020, às 08h00 - Atualizado às 08h44

Imagem ilustrativa de ilha
Imagem ilustrativa de ilha - Pixnio

Uma ilha submersa em Rhode Island, nos Estados Unidos, tem sido protagonista de um mistério na região após o jornal local Warwick Beacon publicar que a mesma poderia esconder tesouros obtidos por piratas. A possível presença de destroços de um navio naufragado e um relato de a descoberta de uma garrafa de rum holandês foram o estopim para a crença.

A ilha de Greene possuía 267 hectares em sua última avaliação, quando ainda ocupava a superfície. Após um furacão em 1938, a ilha foi inteiramente desmembrada e desapareceu da costa de Narragansett Bay. Há registros, na época do furacão, afirmando que, apesar de ser uma ilha sem pertences, ao ser desmembrada, diversos pedaços de madeira foram arremessados, provavelmente pertencentes ao navio pirata.

Entretanto, registros coincidem com o encalhamento da escuna britânica Gaspee, em 1772, que ao travar na ilha, foi destruída e queimada por colonos independentistas, considerado o primeiro ato a favor da independência da nação. Os destroços arremessados poderiam ser dessa embarcação.

Entrevistado pelo Warwick Beacon, o historiador local Henry Brown afirma que a ilha era usada pelos cidadãos em comemorações do 4 de Julho, o Dia da Independência dos Estados Unidos, onde se reuniam e soltavam fogos de artifício.

A crença no tesouro é tão grande que, além de ser estudada pelo Projeto Arqueológico Marinho de Rhode Island há alguns anos, a empresa Spring Green adquiriu a ilha mesma sem nunca ter pisado na mesma. Os tributos sobre o terreno são pagos regularmente ao governo municipal de Warwick no valor de US$ 91,70, valor gerado graças a sua última avaliação, ainda no início do século 20, sobre seu terreno.