Notícias » Arqueologia

Ilhas, até então desconhecidas, são descobertas pela Rússia no Oceano Ártico

Localizadas perto do arquipélago de Novaya Zemlya, a área abriga até mesmo animais e plantas

Alana Sousa Publicado em 24/10/2019, às 15h00

Ilhas descobertas
Ilhas descobertas - Alamy

Com as mudanças climáticas diversas geleiras no Oceano Ártico estão derretendo, na maioria das vezes engolindo pedaços de terra para dentro do mar. Entretanto, devido a este derretimento foram descobertas cinco ilhas, desconhecidas da humanidade, localizadas próximo à Rússia.  

Em 2016, a engenheira Marina Migunova havia detectado massas terrestres por satélite, o que agora foi confirmado que se tratava de fato das ilhas. Após testes realizados no local, foram encontraram diferentes espécies de plantas e aves na área, afirma o Ministério da Defesa da Rússia.

"O derretimento, o colapso e as mudanças de temperatura levaram à descoberta dessas ilhas", afirmou Alexander Moiseyev, vice-almirante da Frota do Norte da Rússia e líder da expedição no lugar. O aglomerado de terras está situado perto do arquipélago de Novaya Zemlya, entre o mar de Barents e o mar de Kara.

Ainda não se sabe se as ilhas serão cobertas pela água nos anos futuros, com o aumento do nível do mar. “Se tudo isso conseguir se enraizar, as ilhas sobreviverão”, alega Alexei Kornis, chefe do Serviço Hidrográfico da Frota do Norte.

O tamanho das ilhas varia, duas delas são pequenas, tendo em torno de 30 metros de largura, enquanto a maior tem um grande território, com cerca de 54.500 metros quadrados.