Notícias » Ásia

Imagens de satélite mostram novas construções chinesas em região de conflito com a Índia

Na fronteira do Himalaia, os dois países se enfrentaram na semana passada, o que resultou em dezenas de mortes

André Nogueira Publicado em 25/06/2020, às 07h00 - Atualizado às 07h44

Imagem de satélite
Imagem de satélite - Divulgação/Youtube/Bussiness Today

Depois de esfriada a tensão na fronteira entre China e Índia, onde um conflito entre exércitos deixou dezenas de mortos, imagens de satélite mostraram construções chinesas novas no Vale Galwan, local do embate. A região é de grande disputa e ato pode aumentar o atrito regional, mesmo com uma negociação de apaziguamento por parte de autoridades de ambos os países.

As captações do satélite mostram atividades de montagem de estruturas do que parecem galpões. As imagens são da agência estadunidense Maxar Technologies, e focam num terraço fluvial acima do rio Galwan. Segundo a Índia, local da construção é região da área fronteiriça não definida entre as potências.

As estruturas montadas parecem ser tendas camufladas ou cobertas sobre a base de um penhasco, e parece haver um outro campo de novas construções com uma espécie de barricada. "Imagens de satélite do vale de Galwan, em 22 de junho, mostram que 'desengajamento' realmente não é a palavra que o governo [indiano] deveria usar", afirma Nathan Ruser, especialista em dados de satélite, em um post no Twitter.

Já no lado indiano, novas imagens mostram barreiras defensivas que não eram vistas antes, enquanto o posto mais avançado que entrava na região de disputa parece ter diminuído, indicando recuo do país. "Existe um déficit de confiança no que diz respeito aos chineses", ainda afirmou o ex-chefe do exército indiano Deepak Kapoor, ao Al Jazeera.