Notícias » Idade Média

Impressionante capela medieval do século 14 é reencontrada depois de 370 anos de busca

O local possui pedras com o peso de um carro pequeno, e era uma estrutura monumental de demonstração de poder

André Nogueira Publicado em 20/02/2020, às 17h20

Fundamentos da capela
Fundamentos da capela - The Auckland Project

Um capela medieval do século 14 que teria sido  destruída durante a Primeira Guerra Civil inglesa foi descoberta em escavação no Condado de Durham, na Inglaterra. Conhecida como Capela de Bek, localizada próxima ao Castelo de Auckland, teria sido um impressionante edifício de madeira com pedras ornamentadas quando ainda estava erguida.

Pedra da parede da capela / Crédito: The Auckland Project

 

“Profissionais, voluntários e estudantes de Durham trabalhando juntos como uma equipe para reunir pistas de documentos e ilustrações antigas usando as mais recentes técnicas de pesquisa para resolver o mistério do paradeiro dessa enorme estrutura perdida”, colocou o arqueólogo Chris Gerrard, da Universidade de Durham, ao Daily Mail.

Partes da estrutura / Crédito: The Auckland Project

 

Segundo relata-se, a construção encontrada por estudantes da universidade local estava perdida desde 1650. Entre os fragmentos arquitetônicos encontrados, destacam-se as paredes de 1,5 metros de espessura, 12 metros de largura e 40 de comprimento. Algumas pedras desenterradas são tão pesadas quanto um carro. A monumentalidade do lugar teria sido uma forma de manifestação do poder do bispo-príncipe do condado.

Close em pedra ornamentada / Crédito: The Auckland Project

 

"É difícil exagerar o quão significativo é este edifício, construído por um dos príncipes bispos mais poderosos como uma declaração de seu poder", disse John Castling, curador de arqueologia e história social do Projeto Auckland. "Todos nós ficamos surpresos com a enorme escala da capela”.