Notícias » Arqueologia

Impressões digitais são encontradas em peça de cerâmica de 5 mil anos

Segundo os pesquisadores, o artefato oferece um “vislumbre incomparável” sobre o período e o sítio arqueológico de Ness de Brodgar

Alana Sousa Publicado em 14/06/2021, às 11h45

Impressões digitais em peça de cerâmica
Impressões digitais em peça de cerâmica - Divulgção/ Jan Blatchford

Em uma expedição no sítio arqueológico de Ness de Brodgar, datado do período neolítico, pesquisadores encontraram um fragmento de cerâmica que contava com uma impressão digital. Após mais análises, feitas pelo especialista Jan Blatchford, mais duas impressões foram encontradas, segundo repercutiu a BBC.

A peça rara, feita de barro, além de ter mais de 5 mil anos de idade, revelou um “vislumbre incomparável” sobre os criadores do artefato. Das três impressões digitais localizadas no item, apenas duas forneceram dados para entender mais sobre a identidade dos criadores.

Uma equipe do Instituto de Arqueologia da Universidade das Terras Altas divulgou os resultados recentemente. Segundo Kent Fowler, professor e diretor do Laboratório de Tecnologia de Cerâmica da Universidade de Manitoba em Winnipeg, Canadá: “Embora as impressões exibam idades médias idênticas, há pouca sobreposição nos valores das cristas entre as duas impressões medidas”, disse. “Isso sugere que uma impressão foi feita por um adolescente e a outra por um adulto”.

“A criação deste pote envolveu um adolescente - ele moldou o vaso ou estava apenas envolvido no processo de fabricação, talvez supervisionado por um oleiro mais experiente?”, sugere Nick Card, o diretor da escavação.

Para os estudiosos, o adolescente envolvido na criação da panela de barro tinha entre 13 e 20, enquanto o mais velho teria entre 15 e 22 anos.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.