Notícias » Ciência

Imunizante da Pfizer pode ser eficaz contra Ômicron

Segundo o CEO da BioNTech, a vacina deverá funcionar contra casos graves

Redação Publicado em 02/12/2021, às 10h04

Frasco de imunizante produzido pela Pfizer/BioNTech
Frasco de imunizante produzido pela Pfizer/BioNTech - Getty Images

De acordo com o presidente executivo da BioNTech, Ugur Sahin, a vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório em parceria com a Pfizer provavelmente será capaz de fornecer proteção contra casos graves da variante Ômicron

“Achamos que é provável que as pessoas tenham proteção substancial contra doenças graves causadas pela Ômicron”, declarou Sahin à Reuters. 

Segundo a CNN, no momento, a empresa avalia a necessidade de promover atualizações na vacina. Será preciso, porém, aguardar pelos resultados dos testes em andamento, que deverão ficar prontos dentro de duas semanas.

O CEO acredita que, em casos leves e moderados, as vacinas não terão a mesma proteção. Ele declara, entretanto, que "não há motivo para preocupação especial".

"A única coisa que me preocupa no momento é o fato de que há pessoas que não foram vacinadas”, acrescentou o empresário.

De acordo com Sahin, os anticorpos produzidos pela vacina podem apresentar dificuldade em combater a Ômicron. No entanto, as células T foram desenvolvidas para reconhecer as proteínas spike da nova variante.