Notícias » Mundo

Incêndio florestal aumenta os níveis de radioatividade nas redondezas de Chernobyl

Segundo comunicado das autoridades ucranianas, a radiação registrada está 16 vezes mais alta que o normal

Pamela Malva Publicado em 06/04/2020, às 11h30

Imagem meramente ilustrativa de incêndio florestal
Imagem meramente ilustrativa de incêndio florestal - Wikimedia Commons

Graças a um incêndio florestal nas proximidades da zona de explosão de Chernobyl, a Ucrânia confirmou um aumento de radioatividade nunca visto antes. O anúncio foi feito em comunicado oficial publicado no domingo, 05.

Segundo disse Egor Firsov, que lidera o serviço de inspeção ambiental, em seu Facebook, "há radioatividade superior à normal no coração do incêndio". Nesse sentido, o nível de radiação está 16 vezes mais alto que o normal.

Autoridades enviaram dois aviões, um helicóptero e cerca de 100 bombeiros para reduzir e conter o incêndio. Dessa forma, os serviços de emergência afirmaram que as localidades próximas ao desastre ambiental não correm perigo.

O fogo se alastrou por uma área de mais de 100 hectares, na floresta que cerca a central nuclear de Chernobyl, que explodiu em abril de 1986. Naquela época, a fissura do reator número 4 contaminou, segundo estimativas, até 75% da Europa.