Notícias » Coronavírus

Indonésia encontrou uma maneira singular de punir quem desrespeitar a quarentena

Nova medida do governo de Jacarta procura impedir mais quebras das medidas de isolamento social

André Nogueira Publicado em 14/05/2020, às 13h31

Cuidado com o coronavírus, fique em casa
Cuidado com o coronavírus, fique em casa - Pixabay

O governo da Indonésia definiu medidas singulares em meio à pandemia de coronavírus. A partir de agora, trabalhos voluntários de limpeza e restauração serão definidos para aqueles que romperem a quarentena.

O país já possui mais de 14 mil casos confirmados de coronavírus, com mil mortes e diversas suspeitas. Assim, medidas de isolamento social estão sendo criadas para impedir uma crise maior, principalmente na maior cidade, Jacarta.

De acordo com o país, indivíduos que forem flagrados em reuniões e aglomerações serão obrigados a participar de obras de manutenção de infraestrutura da cidade, que incluem até mesmo a limpeza de banheiros públicos. O contraventor seria obrigado também a vestir um colete identificando o motivo da punição.

A medida peculiar atua como complemento às multas que estão sendo impostas a quem for pego fora da quarentena, que podem chegar a 250 mil rúpias (aproximadamente R$ 100) a pessoas saírem às ruas sem máscara e 50 milhões de rúpias (aproximadamente R$ 20 mil) para empresas que ignorarem o decreto de paralisação das lojas. As medidas, incluindo a do trabalho compulsório, vêm sendo reproduzidas por outras cidades interioranas.