Notícias » Rússia

Influenciadoras russas destroem bolsas de grife em protesto contra sanções

"Nunca vi uma marca agindo de forma tão desrespeitosa com seus clientes como a Chanel", reclamou uma das influenciadoras em vídeo

Redação Publicado em 09/04/2022, às 11h35

Marina Ermoshkina, Katya Guseva e Victoria Bonya destroem suas bolsas Chanel
Marina Ermoshkina, Katya Guseva e Victoria Bonya destroem suas bolsas Chanel - Divulgação / Instagram

Diversas influenciadoras e socialites russas publicaram, recentemente em suas redes sociais, vídeos nos quais aparecem destruindo bolsas de grife a tesouradas. O objetivo dessas publicações é demonstrar seu descontentamento com marcas que apoiaram as sanções econômicas contra a Rússia.

Entre as figuras mais conhecidas está a modelo Victoria Bonya, que possui 9,3 milhões de seguidores em seu perfil no Instagram. "Nunca vi uma marca agindo de forma tão desrespeitosa com seus clientes como a Chanel", disse a mulher na legenda da publicação.

Segundo informações do UOL, também a apresentadora de televisão e atrizMarina Ermoshkina, participou do protesto, declarando aos seus 300 mil seguidores que é contra marcas que apoiam a "russofobia".

"Nenhum item ou marca vale meu amor por minha pátria e meu autorrespeito", declarou Ermoshkina. "Se possuir Chanel significa vender minha pátria, então eu não preciso da Chanel", finalizou.

"Para mostrar que estou falando sério, vou simplesmente cortar esta bolsa. Eu não preciso mais. Tchau, Chanel", disse a DJ Katya Guseva aos seus 580 mil seguidores.

Com inúmeras críticas nas redes sociais, a manifestação das influenciadoras se tornou uma grande polêmica, sendo que muitos dos internautas chegaram a acusá-las de serem indiferentes às milhares de pessoas que perderam suas vidas na Ucrânia.

"Talvez você devesse comentar sobre atrocidades e crimes de guerra na Ucrânia em vez de agir como uma vítima?", comentou um dos usuários.