Notícias » Reino Unido

Inglaterra promoveu aplauso coletivo em homenagem ao veterano Tom Moore

Moore destacou-se por sua participação em uma campanha em 2020 para ajudar o sistema de saúde britânico na luta contra a covid-19

Ingredi Brunato Publicado em 03/02/2021, às 17h19 - Atualizado às 17h25

O capitão Tom Moore
O capitão Tom Moore - Divulgação/Youtube

Nesta quarta-feira, 3, ocorreu no Reino Unido uma salva de palmas em homenagem à morte de Tom Moore, um veterano do exército britânico que lutou na Segunda Guerra Mundial e, infelizmente, morreu na última terça, 2, após ser internado com covid-19.  

O aplauso coletivo foi anunciado pelo próprio primeiro-ministro, Boris Johnson, e aconteceu às 18h no fuso horário inglês, e às 15h no de Brasília. 

O capitão Moore, que tinha 100 anos de idade, ficou famoso no ano passado após participar de uma campanha do NHS, o serviço nacional de saúde britânico, que estava enfrentando dificuldades devido à pandemia do novo coronavírus

Para contribuir com a causa, o senhor deu cem voltas em seu jardim com o auxílio de um andador, sendo capaz de arrecadar sozinho 33 milhões de libras. O valor inicial buscado por Tom era de “apenas” mil libras, todavia seu gesto acabou viralizando online, comovendo internautas e conseguindo um alcance muito maior. Isso fez com que mais de um milhão de pessoas fizessem doações. 

Para mostrar sua apreciação em relação à atitude de Moore e o engajamento que ele gerou para a campanha do sistema de saúde, a própria Rainha da Inglaterra, Elizabeth II, se encontrou com o veterano e lhe concedeu o título de “Cavaleiro”. 

Recentemente, entretanto, o senhor britânico foi diagnosticado com covid-19. A doença progrediu de forma rápida, levando à sua hospitalização no domingo passado, 31, e, infelizmente, à sua morte.