Notícias » Crimes

Inglesa assassina marido com ajuda do amante e, em seguieda, tem relações sexuais na cena do crime

Em Peterborough, a mulher matou cruelmente o parceiro e depois o casal homicida "decidiu satisfazer seu desejo por sexo”

Alana Sousa Publicado em 28/11/2020, às 16h00

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Divulgação/Pixabay

Na cidade de Peterborough, na Inglaterra, Melanie Wright, 48 anos, e Barry Chapman, de 34 anos, foram presos por matar cruelmente, Nigel Wright, marido de Melanie aos chutes. Em seguida, os amantes tiveram relações sexuais na cena do crime, enquanto a vítima estava estirada no chão. A informação foi divulgada pelo portal UOL.

Apesar do caso ter acontecido em maio, os criminosos só irão a julgamento no próximo dia 11 de dezembro. Há cerca de seis meses, a polícia flagrou Wright e Chapman logo após o assassinato, quando um vizinho contatou a polícia, conforme explicou o promotor Karim Khalil.

Quando as autoridades chegaram à casa, o corpo de Nigel ainda estava no local; lá mesmo ele foi declarado morto e os assassinos levados sob custódia. A causa do óbito foi constatada como tendo “evidências claras de lesão cerebral traumática”.

Ainda segundo o promotor, os homicidas foram para o jardim depois de matarem Wright, antes de “se desfazerem de suas roupas e decidirem satisfazer seu desejo por sexo”. Durante a primeira parte do julgamento, foi divulgado que Chapman era um morador de rua, que o casal abrigou em sua casa no ano de 2019, além disso, o caso extraconjugal de Melanie e Barry era conhecido por alguns amigos próximos.