Notícias » Brasil

Iniciativa de Erica Malunguinho promove entrega de honrarias para coletivos do Movimento Negro na Alesp

Vinte instituições e grupos serão homenageados pela sua contribuição social em sessão solene da casa

Redação Publicado em 21/11/2021, às 09h00

Erica Malunguinho
Erica Malunguinho - Divulgação/Alesp

No próximo dia 24/11, às 19h, a Assembleia Legislativa de São Paulo será palco de mais uma ação de fortalecimento a grupos e instituições que se dedicam às populações em situação de vulnerabilidade, sobretudo à comunidade negra.

A deputada Erica Malunguinho, que no último dia 12 revolucionou o status quo da instituição com entrega de honraria para a jovem Mc Soffia, desta vez investe o protagonismo em ações do movimento negro, com moções de aplausos e entrega de diplomas em reconhecimento ao seu importante papel social no Estado de São Paulo.

A sessão solene contará com representantes de 20 associações, coletivos e grupos, entre eles Movimento Negro Unificado, na figura de Milton Barbosa; Amparar (Associação de Familiares e Amigos de Presos/as); Uneafro; Geledés; Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades – CEERT; Fórum Nacional de Travestis e Transexuais Negras e Negros – FONATRANS; Grupo Pela Vidda/SP; Casa de Cultura Tainã; Marcha das Mulheres Negras de SP; Movimento  Nacional Pop Rua; Projeto Meninos e Meninas de Rua – PMMR; Samba de Roda Nega Duda; Mães de Maio; Fórum de Povos e Comunidades Tradicionais do Vale do Ribeira; Fórum de Cultura Tradicionais e Populares; Terreiro do Nzo Tumbansi; Coalizão Negra por Direitos; Quilombo de Porto Velho; Equipe de Articulação e Assessoria às Comunidades Negras (EAACONE) e Ilu Inã.

O evento, que terá espaço para falas da deputada Erica Malunguinho e dos homenageados, além de vídeo sobre a atuação da Mandata Quilombo (nomeação dada ao seu gabinete) em seus quase 3 anos de Alesp, ainda contará com atrações culturais como apresentação do Bloco Afro afirmativo Ilu Inã. 

A sessão acontece no dia 24, às 19h, e pode ser acompanhada presencialmente ou virtualmente pelo público. Para acompanhar presencialmente, é necessário identificação com o RG na entrada da Alesp.