Notícias » Música

Inteligência artificial "cria" música inédita de Kurt Cobain

O projeto busca reviver músicos que não puderam concluir suas trajetórias por problemas de saúde mental. Confira!

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 05/04/2021, às 11h40

Fotografia pessoal de Kurt Cobain em transmissão de rádio
Fotografia pessoal de Kurt Cobain em transmissão de rádio - Wikimedia Commons

Em 5 de abril de 1994, há exatos 27 anos, o líder do Nirvana, Kurt Cobain, deixava o mundo em um trágico suicídio, entrando no seleto 'Clube dos 27' com diversos outros artistas com mortes precoces.

Porém, se engana quem acredita que o legado criativo do músico morreu na mesma data; já que o roqueiro teve músicas inéditas lançadas até 2002, oito anos depois de sua morte.

Em 2021, no entanto, uma novidade tecnológica pôde, ao menos, dar um gostinho de sua síntese criativa com a ajuda de uma organização de saúde mental norte-americana chamada Over the Bridge — o nome é uma referência a canção "Under The Bridge", do Red Hot Chilli Peppers, que relata a depressão e solidão na juventude.

Um novo projeto, chamado “Lost Tapes of the 27 Club” (“As fitas perdidas do Clube dos 27”, em tradução livre), busca recriar, com a ajuda de mecanismos de inteligência artificial, novas composições de artistas do clube que faleceram em decorrência de distúrbios psicológicos, como informou a Rádio Rock 89.1 FM.

O mecanismo é baseado no Magenta AI do Google, reunindo todas as letras de um mesmo compositor, criando músicas com um número médio de versos, acordes e palavras comuns, além de atribuir sentido a elas.

A criação fica restrita a letra das canções, sendo quatro delas publicadas em janeiro de 2021 no YouTube, reproduzindo Amy Winehouse, Jimi Hendrix e Jim Morrison. Quem assumiu os vocais no lugar de Kurt Cobain foi o músico Eric Hogan, que possui uma banda de tributo ao Nirvana, como revelou a Rolling Stone EUA.

A página da instituição explicou a importância da ideia. “Para mostrar ao mundo o que foi perdido para esta crise de saúde mental, usamos a inteligência artificial para criar o álbum que o clube dos 27 nunca teve a chance de gravar. Através deste disco, estamos encorajando mais músicos a obter o apoio à saúde mental que eles precisam, para que possam continuar fazendo a música que todos amamos”.