Notícias » Estados Unidos

Internautas criticam Biden após Talibã retomar controle do Afeganistão

As tropas dos Estados Unidos começaram a deixar o território em maio deste ano, na tentativa de colocar um fim no conflito de 20 anos

Redação Publicado em 16/08/2021, às 12h13

Imagem ilustrativa de soldado afegão em guerra contra o Talibã, no ano de 2006
Imagem ilustrativa de soldado afegão em guerra contra o Talibã, no ano de 2006 - Getty Images

Como noticiado pela equipe do site do Aventuras na História na última segunda-feira, 9, o grupo extremista Talibã tomou o palácio presidencial em Cabul, capital do Afeganistão, após o presidente do país, Ashraf Ghani, admitir a derrota à organização e fugir.

Um ex-guarda do presidente escreveu um comunicado, publicado no Facebook e repercutido pelo canal de notícias Al Jazeera, explicando que, se eles não abandonassem o país, “incontáveis patriotas seriam martirizados e a cidade de Cabul seria destruída”.

"O Talibã venceu... E agora é responsável pela honra, propriedade e autopreservação de seus compatriotas", ressaltou o mandatário.

O controle de Cabul foi retomado pelo Talibã, 20 anos após a entrada das tropas estadunidenses no território.

Desde maio deste ano, os Estados unidos começaram a retirar seus soldados do Afeganistão, na tentativa de colocar um fim neste conflito.

O ex-presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, considerou a decisão um “erro”. "Mulheres e meninas afegãs vão sofrer um dano indescritível. É um erro [...] Elas serão abandonadas para serem sacrificadas por essas pessoas brutais, e isso parte meu coração", afirmou. 

Mas não foi só ele que considerou a retirada das tropas um equívoco. Nas redes sociais, internautas criticaram a postura do presidente do país, Joe Biden, em fazer os soldados americanos voltarem para o país natal.