Notícias » Arqueologia

Intrigantes enxadas de ossos de bisão são encontradas no Canadá

Utilizadas no cultivo de diversos alimentos, as ferramentas sugerem a prática de jardinagem em um período anterior à chegada dos colonos europeus, no século 17

Pamela Malva Publicado em 22/07/2020, às 09h00

Fotografia da enxada feita de osso de bisão
Fotografia da enxada feita de osso de bisão - Divulgação/Mary Malainey

Em 2018, enquanto caminhava por um riacho, um estudante da Universidade de Manitoba encontrou um osso de bisão misterioso. Entregue aos arqueólogos da região de Manitoba, no Canadá, o fóssil revelou ser uma antiga ferramenta de jardinagem.

Provavelmente usada para o cultivo de milho, abóbora e feijão, a enxada feita de ossos incentivou novas escavações na área que, hoje, são comandadas por Mary Malainey, antropóloga da Universidade de Brandon. Segundo a pesquisadora, o achado é  "realmente incomum”, por se tratar de uma escápula de bisão.

De acordo com a especialista, ainda "é muito cedo para dizer qual população indígena fabricou e usou as enxadas". Sabe-se, contudo, graças ao achado, que o povo já praticava jardinagem muito antes da chegada dos colonos europeus, no século 17.

Local das escavações com osso de bisão encontrado / Crédito: Divulgação/Gord Hill

 

Há centenas de anos, os grupos indígenas do oeste do Canadá eram caçadores-coletores nômades, que viajavam em busca de comida. As enxadas de bisão encontradas, no entanto, sugerem que o povo de Manitoba fez do assentamento uma moradia mais permanente, tornando-se um grupo agricultor.

Agora, os arqueólogos esperam encontrar indícios da sociedade que fabricou e utilizou as enxadas de bisão. Ainda mais, eles devem procurar por substâncias na terra que indiquem o tipo de alimento cultivado no local naquela época.