Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Irã

Iraniano mata esposa e publica vídeo com cabeça decepada

Mona Heidari tinha somente 17 anos de idade; caso gerou revolta no país

Penélope Coelho Publicado em 09/02/2022, às 07h33 - Atualizado às 08h31

Imagem meramente ilustrativa de faca - Divulgação/Pixabay/PublicDomainPictures
Imagem meramente ilustrativa de faca - Divulgação/Pixabay/PublicDomainPictures

Na última terça-feira, 8, um vídeo gerou indignação no Irã. Na filmagem, um homem está andando pelas ruas de Ahvaz, no sudoeste do país, segurando a cabeça da esposa decapitada.

A jovem de somente 17 anos, Mona Heidari, foi assassinada pelo próprio marido e pelo cunhado dele, que afirmam que a mulher teria cometido adultério. Após a divulgação do vídeo na rede iraniana, os homens foram presos.

De acordo com informações publicadas pela agência de notícias RFI, defensores dos direitos humanos e dos direitos da mulher lamentaram o caso e pediram providências. A jovem deixa um filho pequeno de três anos.

Segundo revelado na publicação, o crime também chama a atenção para o casamento infantil no Irã, já que Mona tinha somente 12 anos quando se casou. Ativistas pedem reformas na lei do país, que atualmente permite o casamento a partir dos 13 anos.  

"Um ser humano foi decapitado, sua cabeça foi exibida nas ruas e o assassino se orgulhava disso. Como podemos aceitar tamanha tragédia? Devemos agir para que os feminicídios não voltem a acontecer", disse a matéria do jornal local, Sazandegi.