Notícias » Coreia do Norte

Irmã de Kim Jong-un manda recado aos EUA após visita de figuras americanas a Tóquio

Kim Yo-jong declarou, nesta terça-feira, que os americanos não devem fazer 'nada que lhes faça perder o sono', segundo agência de notícias

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/03/2021, às 07h15 - Atualizado às 11h39

Kim Jong-Un e sua irmã Kim Yo-jong
Kim Jong-Un e sua irmã Kim Yo-jong - Getty Images

A irmã de Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, realizou uma polêmica declaração direcionada aos EUA e à Coreia do Sul nesta terça-feira, 16. Segundo a UOL, conforme informações da agência de notícias sul-coreana Yonhap, estes dois últimos países deram início a exercícios militares na semana passada, o que chamou a atenção de Kim Yo-jong.  

Assim, a imprensa norte-coreana logo publicou um comunicado no qual a influente irmã dá um "conselho à nova administração dos Estados Unidos' que, segundo ela, 'está lutando por difundir o cheiro de pólvora na nossa terra do outro lado do oceano", diz o texto.

"Se quiserem dormir bem nos próximos quatro anos, seria melhor que não façam nada que lhes faça perder o sono", aconselhou Kim Yo-jong, segundo a AFP, na primeira declaração da Coreia do Norte aos americanos desde que o novo presidente Joe Biden tomou posse em Washington.

É notório que a fala em tom de ameaça foi motivada pela visita de duas importantes personalidades americanas a Tóquio e a Seul: o secretário de Estado, AntonyBlinken, e o secretário de Defesa, Lloyd Austin, que visam estreitar os laços entre os EUA e seus aliados asiáticos.