Notícias » Estados Unidos

Irmãos siameses mais velhos do mundo morrem aos 68 anos de idade

A dupla morava nos Estados Unidos e ganhou o título em 2014, quando dois italianos faleceram

Caio Tortamano Publicado em 07/07/2020, às 14h00

Gêmeos siameses Donnie e Ronnie Galyon
Gêmeos siameses Donnie e Ronnie Galyon - Divulgação - Youtube

Faleceu nos Estados Unidos a dupla de irmãos siameses mais velha do mundo. Ronnie e Donnie Galyon eram considerados, aos 68 anos de idade, como os mais longevos seres humanos com essa condição, tendo assumido o título em 2014 com a morte de uma dupla italiana.

De acordo com informações do portal UOL, eles morrem em uma clínica para pacientes terminais, tendo conquistado o título de mais velhos siameses com a saúde pouco debilitada ainda. Nessa época, moravam com o irmão, Jim, na cidade de Beavercreek, em Ohio.

Compartilhando todo o sistema digestivo, os irmãos tinham braços, pernas, coração e estômago próprios, permitindo uma maior expectativa de vida. Porém, dividiam também as pernas então a locomoção era difícil, sendo necessário o uso de uma cadeira de rodas elétrica adaptada para os dois.

Durante a juventude — e até os 40 anos de vida — Ronnie e Donnie atuaram como atração em circo, chegando a sustentar a família toda com o entretenimento, mas se aposentando depois de um bom tempo. Até se mudarem para a casa do primo, em 2010, moravam bem e sozinhos, mas as complicações de saúde começaram a surgir.