Notícias » Israel

Israel deverá ser primeiro país a aplicar quarta dose contra covid-19

A medida foi anunciada na última terça-feira, 21

Redação Publicado em 22/12/2021, às 08h30

Profissional de saúde aplica vacina em paciente
Profissional de saúde aplica vacina em paciente - Getty Images

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, anunciou na última terça-feira, 21, que a população acima de 60 anos, além de profissionais da saúde, poderão receber uma quarta dose da vacina contra a Covid-19.

"Os cidadãos de Israel foram os primeiros do mundo a receber uma terceira dose da vacina contra a covid-19 e seguimos na vanguarda com a quarta dose", declarou o político por meio de comunicado divulgado por seu gabinete.

De acordo com informações da AFP, o anúncio foi feito após uma reunião do conselho de ministros sobre a pandemia, que acatou as recomendações de especialistas preocupados com a nova variante ômicron do coronavírus.

O Ministério da Saúde informou que também pessoas imunossuprimidas poderão receber a quarta dose, que deverá ser aplicada pelo menos quatro meses após a terceira.

O professor Nadav Davidovitch, diretor da Escola de Saúde Pública da Universidade Ben Gurion e conselheiro do governo declarou à BBC que a vacina "é muito segura" e que a aplicação do reforço não oferece riscos. Ele afirmou:

"A Omicron está agora em Israel. Temos taxas de multiplicação semelhantes ao Reino Unido e à África do Sul. Por esse motivo, decidimos que seria prudente sugerir que as pessoas que receberam uma terceira dose há quatro meses tomem a quarta dose. "

Conforme a fonte, das 9,3 milhões de pessoas que vivem no país, 4,1 milhões já receberam três doses da vacina contra a Covid-19.