Notícias » Entretenimento

Jada Pinkett pediu para Tupac não bater em Will Smith nos anos 90

Defendida no Oscar, a atual esposa do ator de 'Um Maluco no Pedaço' era próxima do rapper

Redação Publicado em 28/03/2022, às 16h17

Montagem de Jada abraçada com Tupac e Will nos anos 1990
Montagem de Jada abraçada com Tupac e Will nos anos 1990 - Divulgação / Redes sociais / NBC

Responsável por protagonizar o momento mais polêmico da noite do Oscar 2022, realizado no último domingo, 27, Will Smith justificou sua agressão contra o humorista Chris Rock como uma tentativa de defender sua esposa, Jada Pinkett-Smith. Contudo, no início do relacionamento, a resolução na base da agressão era algo fora do interesse da companheira, como revelou o rapper Napoleon.

Ele fez parte do grupo Outlawz, liderado pelo lendário rapper Tupac Shakur, que teve uma relação próxima com Jada antes dela se casar com Will Smith, no qual o ator chegou a descrever como um dos motivos de suas maiores crises de ciúme em sua autobiografia.

O medo de problema entre os dois era tamanha que a ex-companheira do cantor chegou a telefonar para pedir que seu novo namorado não fosse agredido, conforme explicou Napoleon em entrevista ao canal The Art of Dialogue.

Tupac entrou na sala [e] disse: ‘Jada, ela entrou em contato comigo e me disse para não fazer nada com Will Smith’. Pac ficou chateado e disse ‘Não sei por que ela acha que eu teria tentado criar alguns problemas com Will Smith’. Ele tinha muito amor por Jada Pinkettna época”, detalhou.

O enrolo entre o rapper e o ator de ‘Um Maluco no Pedaço’ acabou nunca ocorrendo.