Notícias » Bizarro

Jean-Claude Van Damme salva cachorro que seria sacrificado na Bulgária

O filhote Reya seria condenado por ter entrado no país com uma documentação falsa

Redação Publicado em 21/10/2020, às 10h38

Jean-Claude Van Damme ao lado do filhote
Jean-Claude Van Damme ao lado do filhote - Divulgação/Instagram

Jean-Claude Van Damme, que completou 60 anos no último domingo, salvou um pequeno chihuahua que seria executado por eutanásia com apenas 3 meses de vida. O ato viralizou nas redes sociais.

Reya fora detido e condenado na Bulgária. O motivo? O filhote entrou no país com documento falsificado. Diante do triste episódio, Van Damme lançou uma campanha nas redes sociais pedindo ajuda para salvar o animal, vendido em setembro por pessoas que residem na Noruega.

Segundo o artista, o animal foi enviado com documentação falsa para os donos que o acolheriam na Bulgária, resultando na detenção e morte por eutanásia. "As pessoas que não fizeram o documento direito cometeram um erro. Mas eles não podem matar aquele chihuahua por conta disso", explicou o astro através do Instagram.

O governo da Noruega moveu esforços para resgatar o filhote, no entanto, apenas escutou que o ato violou as regras do país em relação ao transporte de animais da União Europeia.

Assim, o ator lançou uma petição para que o cachorro pudesse escapar do cruel destino: “É o meu aniversário, e meu melhor presente é que vocês possam me ajudar assinando essa petição".

E felizmente deu certo. Além de escapar da condenação, o animal será colocado para adoção.

Confira abaixo a publicação do cantor pedindo ajuda para salvar o filhote.