Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Pearl Jam

'Jeremy': clássico e chocante clipe do Pearl Jam completa 30 anos

O clássico do Pearl Jam fala sobre suicídio e teve mais de um clipe

Éric Moreira, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/08/2022, às 11h31

Trecho de versão mais atual de videoclipe de 'Jeremy', clássico do Pearl Jam dos anos 1990 - Reprodução/YouTube/Pearl Jam
Trecho de versão mais atual de videoclipe de 'Jeremy', clássico do Pearl Jam dos anos 1990 - Reprodução/YouTube/Pearl Jam

O Pearl Jam é uma das primeiras e mais clássicas bandas a serem lembradas quando se pensa no cenário musical do grunge no fim da década de 1980 e pela de 1990. Uma das músicas mais famosas e premiadas do grupo de Eddie Vedder, por sua vez, é o hit 'Jeremy', que causou muita controvérsia na época de seu lançamento, em especial pelo conteúdo gráfico de seu videoclipe.

A canção foi composta pelo vocalista do Pearl Jam, o músico Eddie Vedder, em 1991, com inspiração em uma nota de jornal sobre o suicídio do jovem Jeremy Wade Delle, de 15 anos, no Texas. O ato foi cometido pelo jovem com uma arma em frente a uma professora e seus colegas de classe, dentro da sala de aula.

O motivo de o clipe ter chocado na época de seu lançamento, logo, foi justamente esse: o tema suicídio não era tão discutido, e a produção não se poupou de deixar claras as intenções do representado — com o jovem que protagoniza o videoclipe colocando uma arma em sua boca ao fim da música. Ontem, no dia 1° de agosto, o impactante clipe oficial de 'Jeremy' completou 30 anos de sua estreia.

Outros vídeos

Uma informação sobre os clipes de 'Jeremy' que nem todos os fãs sabem, é que a versão mais conhecida — que é justamente a versão oficial — não foi a primeira. A princípio, o Pearl Jam teria gravado uma versão, ainda vem 1991, que consistia apenas em imagens da banda tocando a música, em preto e branco. 

No entanto, com o sucesso da canção, que contou com um baixo orçamento para a produção de seu primeiro videoclipe, uma nova versão foi gravada e produzida, dessa vez dirigida por Mark Pellington — que já tinha certa fama, por produções ao lado de bandas como o U2. Na nova versão, que veio a ficar mais famosa, gerou mais polêmica e se tornou o clipe oficial, imagens se alternam entre a banda, um garoto — que corresponde ao 'Jeremy' da letra — jornais e versículos bíblicos.

Essa segunda versão do videoclipe do hit do Pearl Jam, no entanto, foi censurada em alguns canais de televisão por ser considerada possivelmente perigosa, com risco de se despertar gatilhos nos espectadores.

Para resolver isso, as emissoras fizeram um corte no vídeo bem na hora que o protagonista coloca uma arma na própria boca — o que também gerou controvérsias, visto que a cena poderia ser interpretada, assim, também como uma referência a um atentado dentro de uma escola.

Por fim, em 2020 a música ganhou uma nova versão do clipe, sendo a original remasterizada em alta definição, bem no Dia Nacional de Atenção à Violência Armada nos Estados Unidos, como informa a Rolling Stone Brasil. Confira a edição remasterizada de 'Jeremy'. (ATENÇÃO: O CLIPE PODE CONTER CENAS IMPACTANTES).


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.