Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Jô Soares

Jô Soares foi processado durante a ditadura militar por texto ‘obsceno’

O apresentador Jô Soares faleceu nesta sexta-feira, 5, aos 84 anos

Redação Publicado em 05/08/2022, às 17h23

Jô Soares faleceu nesta sexta-feira, 5 - Divulgação / Youtube / OCP NEWS
Jô Soares faleceu nesta sexta-feira, 5 - Divulgação / Youtube / OCP NEWS

Jô Soares, que faleceu aos 84 anos, nesta sexta-feira, 5, nunca escondeu seu posicionamento contra a ditadura militar e a censura imposta no país na época do regime.

Porém, o que muitos não sabem é que o apresentador chegou a ser processado pelo então ministro da Justiça, Alfredo Buzaid, em 1969.

O motivo do processo foi o texto “A Cama”, publicado no jornal O Pasquim, que era de conteúdo satírico. Jô foi acusado de obscenidade, mas foi absolvido. O episódio foi retratado em sua autobiografia "O livro de : Uma autobiografia desautorizada: Volume 2", lançada em 2018.

Quando falou sobre a obra, em entrevista concedida ao Globo, o artista foi questionado se via algum paralelo entre o contexto político do país naquele ano e a situação do Brasil sob o governo dos militares.

Quando respondeu, ele comentou sobre a falta de investimento na cultura. “A única coisa que me preocupa em tudo isso hoje, e não por mim, mas pelo país, é o descaso com a cultura”, afirmou.

Relação sagrada

No livro, também cita a proximidade com o arcebispo Dom Hélder Câmara, que foi um defensor dos direitos humanos no período da ditadura: “Por causa dessa ligação com d. Hélder, ganhei uma segunda ficha nos prontuários da repressão do governo militar: ’Soares, Jô. Qualificação no DOPS, inderex: Elemento de TV, possui diploma de ministro extraordinário da Eucaristia, fornecido por d. Hélder Câmara'".

O apresentador faleceu na madrugada de hoje, 5, e o anúncio do óbito foi feito por sua ex-mulher, Flávia Pedra, e confirmada pela assessoria de imprensa do hospital que estava internado desde 28 de julho, o Hospital Sírio-Libanês. A causa da morte ainda não foi divulgada, de acordo com informações do portal Yahoo.


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.