Notícias » Personagem

John Travolta relembra momento icônico ao lado da princesa Diana na década de 1980

“Um momento mágico muito especial”, disse o ator americano sobre a dança na Casa Branca com Lady Di

Alana Sousa Publicado em 22/04/2021, às 13h00

Princesa da Diana e John Travolta dançando 1985
Princesa da Diana e John Travolta dançando 1985 - Divulgação

Em 1985, John Travolta e a princesaDiana protagonizavam um dos momentos mais icônicos da década. Durante um jantar na casa branca, o ator americano dançou pelo salão com Lady Di, atraindo a atenção de todos presente e ganhando as manchetes pelos anos seguintes.

Na edição recente da revista Esquire, do México, Travolta relembrou o episódio e o descreveu como “um momento mágico muito especial”. Mais de 30 anos depois, o ator comenta sobre o dia com nostalgia e um sentimento de alegria.

“Pense no cenário. Estávamos na Casa Branca. É meia-noite. O palco é como um sonho. Eu me aproximo dela, toco seu cotovelo e a convido para dançar. Ela se vira e me dá aquele sorriso cativante, um pouco triste, e aceita meu convite. E lá estávamos nós, dançando juntos como se fosse um conto de fadas”, disse John.

Ainda que tivesse experiência com dança, o artista confessou ter ficado bastante nervoso. “[Dançar] foi a parte fácil, mas apenas o fato de ter que saudarDiana adequadamente, ter confiança e convidá-la para dançar foi uma tarefa complicada”, finalizou.

Sobre Diana

O almejo da Família Real Britânica pelo trono máximo se tornou uma disputa de séculos na monarquia — sendo palco de inúmeras polêmicas. Na segunda metade do século 20, no entanto, uma figurinha de fora da família foi integrada para entrar na história do Reino Unido.

Diana se casou com o príncipe Charles, filho da rainha Elizabeth II, captando as atenções para um dos relacionamentos mais populares do mundo.

No entanto, no dia 31 de agosto de 1997, um acidente fatal chocava a todos. Entre suas vítimas, estava uma das mulheres mais adoradas do mundo: Diana Spencer, a Princesa de Gales. 

A morte da princesa foi tema de debate e teorias da conspiração por muitos anos, enquanto alguns acreditavam que a família de Elizabeth II estava por trás do trágico acidente, outros se questionavam se a filantropa deveria receber um funeral real, visto que ela já não era mais parte da monarquia britânica.