Notícias » Hollywood

Johnny Depp estuprou Amber Heard com garrafa, diz psicóloga

A terapeuta Dawn Hughes relembrou uma briga que o ex-casal de atores teve em 2015, na Austrália

Redação Publicado em 05/05/2022, às 12h24

Amber Heard e Johnny Depp
Amber Heard e Johnny Depp - Getty Images

Enquanto a batalha judicial envolvendo o ex-casal de atores Johnny Depp e Amber Heard continua se desenrolando, mais informações conturbadas da relação entre os dois vêm à tona. A disputa se dá por Depp considerar difamatório um artigo escrito pela atriz ao The Washington Post em 2018, que lhe rendeu perdas significativas na carreira.

Na última terça-feira, 3, a psicóloga e terapeuta Dawn Hughes, que tinha Amber Heard como uma de suas pacientes, testemunhou no júri contra Johnny, alegando que ele abusou da ex-companheira em diversas ocasiões — o que Depp nega. 

Conforme repercutido pelo G1, Hughesdescreveu o ator como controlador e ciumento. Ele, inclusive, teria acusado Amber em diversas ocasiões de ter tido casos românticos com seus parceiros de atuação, de acordo com os relatos da atriz para sua psicóloga. A profissional acredita que sua paciente sofre de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) devido ao que sofreu ao longo da relação. 

Em certa vez, a profissional relatou que JohnnyDepp tentou procurar cocaína dentro da vagina de Amber. Na ocasião, teria havido uma briga entre o casal, pois ele pensara que Heard tinha escondido a droga. 

Estupro com a garrafa

Dawn também relatou que Amber Heard foi abusada por Johnny com uma garrafa. "Quando o sr. Depp estava bêbado ou drogado, ele a jogava na cama, rasgava sua roupa e tentava fazer sexo com ela".

Houve vezes em que ele a forçou a fazer sexo oral nele quando estava com raiva dela", prosseguiu. 

Referente a uma briga que ocorreu em 2015, quando os dois viajaram para a Austrália, o ator diz que a ex-companheira cortou um pedaço de seu dedo ao arremessar uma garrafa de vodca contra a mão dele. 

A terapeuta, porém, testemunhou que, na ocasião, Amber relatou ter sido agredida pelo ator, que teria tentado enforcá-la e gritado que a mataria. "Ele pegou uma garrafa que estava no bar e a penetrou com essa garrafa", aponta. Dawn Hughes revela que o único pensamento de Amber foi: "Espero que não seja a garrafa quebrada".