Notícias » Brasil

Joice Hasselmann alega que suspeita de dois responsáveis pelo suposto atentado

O caso da deputada segue sendo investigado pelo departamento de polícia legislativa

Redação Publicado em 26/07/2021, às 09h03

Joice Hasselmann em entrevista
Joice Hasselmann em entrevista - Divulgação/Fantástico/Rede Globo

No último domingo, 25, a deputada federal Joice Hasselmann, do PSL, concedeu uma entrevista ao programa de televisão Fantástico, da Rede Globo. Na ocasião, a política esclareceu que disse à polícia que suspeita de dois nomes relacionados ao suposto atentado que ela sofreu. As informações são do portal de notícias G1.

Segundo revelado na publicação, Joice apresenta machucados e lesões no rosto, boca e joelhos. A parlamentar acredita que foi vítima de um atentado em sua própria casa, localizada em Brasília. O caso teria ocorrido no dia 17 de julho.

"Eu tenho uma suspeita e eu passei para a Depol o nome de uma pessoa, um grande desafeto político que tem acesso a esse bloco de maneira muito fácil. Eu passei dois nomes, na verdade", disse a deputada.

De acordo com Hasselmann, na ocasião, ela e o marido, o médico Daniel França, tinham assistido televisão e depois foram se deitar em quartos separados. Horas depois, ela teria acordado no chão, repleta de machucados e sem memórias do ocorrido.

Na entrevista, o esposo da deputada se defendeu das alegações de que teria sido o responsável pelas agressões: "Eu nunca agredi ninguém. Em nenhum momento da minha vida. (...) Fui espontaneamente à polícia prestar depoimento, me coloquei inteiramente à disposição de absolutamente tudo", afirmou.

Segundo revelado na reportagem, o caso segue sendo investigado pelo departamento de polícia legislativa e a segurança particular da política foi reforçada.