Notícias » Política

Jornalista lança romance nacional que mescla política, ficção e fatos históricos

‘A vida em primeira pessoa’, de Thaïs de Mendonça, apresenta personagem com traços de políticos reais

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 13/08/2021, às 12h40

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Imagem de Luisella Planeta Leoni por Pixabay

Recém-lançada pela Editora Desconcertos, a obra ‘A vida em primeira pessoa’, da escritora e jornalista Thaïs de Mendonça, mescla ficção e fatos históricos, sendo ambientada no último ano da década de 1980. 

[Colocar ALT]
A vida em primeira pessoa, de Thaïs de Mendonça (2021) / Crédito: Divulgação / Editora Desconcertos

Com um enredo político envolvente, a trama acompanha a saga de um candidato à presidência da República, que possui características similares a de políticos reais, entre eles Trump, Maduro, Lula, Collore Bolsonaro. Além disso, a história foi baseada em relatos encontrados em um diário antigo e pessoal.

No decorrer da obra, os leitores irão se deparar com a saga da jornalista Martina Mirabella, filha do falecido governador de Minas Gerais. Após se mudar para Brasília, a repórter é designada para cobrir a campanha eleitoral, em específico do candidato Nelson Bastos. 

O personagem, por sua vez, é descrito como uma espécie de salvador da pátria. Contudo, ao longo da trama, a jornalista irá se deparar com mistérios, que são agravados após a confirmação da vitória do candidato.

Martina Mirabella passa a investigar a fundo Nelson Bastos e acaba descobrindo uma série de mortes envolvendo o nome do agora presidente. A partir disso, ela trava uma luta contra o tempo para investigar os crimes, ao mesmo tempo que precisa lidar com a sua vida pessoal turbulenta. 

Disponível na Amazon, ‘A vida em primeira pessoa’, em suma, apresenta tudo o que a maioria dos leitores amam: aventura, mistério e, claro, vários fatos históricos. 

Confira um trecho da obra disponível na Amazon:

Leu em algum lugar que escrever bem é pensar bem, sentir bem e expressar-se bem. Sim, escrevo em primeira pessoa apenas em meu diário, que é uma escrita íntima e reservada”, constata, identificando a mudança no tom, do estilo confessional para o modelo jornalístico. Martina sofre para compor a peça opinativa: sente suores frios, as mãos hesitantes. Escreve e reescreve várias vezes cada trecho, insegura sobre a relevância e o interesse do episódio que deveria narrar em primeira pessoa.


+Saiba mais sobre esta e outras obras de Thaïs de Mendonça disponíveis na Amazon:

A vida em primeira pessoa, de Thaïs de Mendonça (2021) - https://amzn.to/3lVdIpD

Manual do foca: Guia de sobrevivência para jornalistas, de Thaïs de Mendonça (2008) - https://amzn.to/3jOLmKP

Processo do Trabalho, de Thaïs de Mendonça (2019) - https://amzn.to/3xIATFU

Mutação no Jornalismo: Como a Notícia Chega à Internet, de Thaïs de Mendonça (2013) - https://amzn.to/2UbbE14

Notícia em Fragmentos: Análise de Conteúdo no Jornalismo, de Thaïs de Mendonça (2015) - https://amzn.to/3sakglk

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W