Notícias » Crimes

Jovem de 15 anos é encontrado morto dentro de um freezer no Mato Grosso do Sul

Corpo do garoto foi revelado sentado seminu dentro do refrigerador

Fabio Previdelli Publicado em 13/01/2021, às 10h10

Fachada da casa onde o menino foi encontrado
Fachada da casa onde o menino foi encontrado - Divulgação

Na tarde da última segunda-feira, 11, um adolescente de 15 anos foi encontrado morto dentro de um freezer horizontal na casa de sua avó, que está viajando. O caso revoltou os familiares da vítima, que dizem não saber o que motivou o crime. As informações são do UOL

O assassinato aconteceu na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e um Boletim de Ocorrência foi registrado na Polícia Civil da cidade. O corpo do garoto foi encontrado por seu primo, que foi até a casa da avó por volta das 16h30. 

Análises preliminares não encontraram quaisquer vestígios aparentes de violência no corpo do jovem. Porém, no imóvel, foi achado uma faca, um celular e um notebook. Agora, a perícia criminal espera que esses objetos possam dar novos rumos para a investigação

O primo do garoto disse ter ido até o local, que estava fechado, e chamado diversas vezes. Como ninguém respondeu, ele pulou o muro da casa e encontrou o freezer desligado na varanda da casa. O rapaz ainda informou que entre uma das frestas do refrigerador era possível ver um filete de sangue escorrendo.  

Assim, quando ele abriu a porta, viu o garoto lá dentro, sentado e seminu. Quando a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel (Samu) chegaram, a morte do menino foi confirmada.  

A equipe que analisa o caso informou que viu várias cadeiras na varanda da casa, o que pode indicar que mais pessoas estiveram no local. Além disso, também foi encontrado uma mangueira perto do freezer, que pode ter sido usada na tentativa de eliminar vestígios de sangue.  

Uma câmera de segurança em uma casa vizinha também está sendo investigada. Em um primeiro momento, os investigadores notaram a movimentação de um jovem saindo do local e carregando uma mochila no domingo anterior ao crime, no dia 10. 

Logo em seguida, o mesmo rapaz parece retornar ao imóvel, de onde sai com outra mochila. Porém, desta vez, ele vai embora dentro de um veículo, que o buscou na porta da residência.